Muito mais do que corridas ou entrega de comidas, a empresa cria “oportunidades ao colocar o mundo em movimento”, como fala em seu site. Essa descrição de oportunidades serve tanto para o motorista quanto para o usuário, de forma que, sem precisar dar explicações, se conecta com ambos.

Essa ligação com o público também foi usada em uma postagem nas redes sociais, com as seguintes palavras: “Nem todos os heróis usam capas. Alguns usam capacetes”.

Aqui podemos compreender que eles utilizaram analogias para criar uma chamada. Foi utilizado também o gatilho mental da conexão, tanto com quem consegue perceber a oportunidade de trabalho mesmo sem automóvel quanto para a proximidade da história da motorista como heroína.

As chamadas podem ser sutis como essa ou então diretas. Por exemplo, na página principal do site, na aba destinada a motoristas, a Uber diz o seguinte: “Dirija e ganhe. Cadastre-se”.

Ambas as chamadas apostam na autoridade, já que no site ainda é feito o complemento: “Dirija com a maior rede de usuários ativos”.